quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Dossiê de registro das Cavalhadas de Amarantina

As Cavalhadas de Amarantina foram registradas como patrimônio cultural imaterial do município de Ouro Preto em 2011. O registro tem ajudado a proporcionar reconhecimento, difusão e valorização da manifestação.

Em 2015, as Cavalhadas de Amarantina foram objeto privilegiado das ações da 5ª Jornada Mineira do Patrimônio Cultural em Ouro Preto. Foram três oficinas desenvolvidas nas duas escolas públicas do distrito e que se dedicaram ao envolvimento de crianças e adolescentes no trabalho da festa. As dinâmicas foram voltadas para difusão de conhecimentos e histórias a respeito da festa e desenvolvimento do sentimento de pertencimento em relação a um dos principais patrimônios imateriais locais. Na Escola Municipal Raimundo Felicíssimo, alunos de duas turmas de ensino fundamental participaram de duas oficinas: a oficina para elaboração das Flores da Paz e da oficina de elaboração das bonecas denominadas "Maria Francisca". Na Escola Estadual de Ensino Médio de Amarantina, foi realizada a oficina de elaboração dos ornamentos para decoração da Parque das Cavalhadas. Todos os produtos das três oficinas foram utilizados durante os três dias de encenação das cavalhadas, pelas suas composições mirim, jovem e adulta.





Oficinas de confecção das Flores da Paz - 2015 - Fotos: João Paulo Martins

Como mais uma forma de contribuir na difusão desse patrimônio, o dossiê de registro das Cavalhadas passa a estar disponível neste link, que também pode ser acessado através da aba “Bens registrados” neste blogue. Em breve, disponibilizaremos também do dossiê de outro bem registrado em Ouro Preto, a Celebração do Divino Espírito Santo em São Bartolomeu.




















Imagens Cavalhadas de Amarantina-2015 - Fotos: João Paulo Martins


Dossiê de registro das Cavalhadas de Amarantina

As Cavalhadas de Amarantina foram registradas como patrimônio cultural imaterial do município de Ouro Preto em 2011. O registro tem ajudado a proporcionar reconhecimento, difusão e valorização da manifestação.

Em 2015, as Cavalhadas de Amarantina foram objeto privilegiado das ações da 5ª Jornada Mineira do Patrimônio Cultural em Ouro Preto. Foram três oficinas desenvolvidas nas duas escolas públicas do distrito e que se dedicaram ao envolvimento de crianças e adolescentes no trabalho da festa. As dinâmicas foram voltadas para difusão de conhecimentos e histórias a respeito da festa e desenvolvimento do sentimento de pertencimento em relação a um dos principais patrimônios imateriais locais. Na Escola Municipal Raimundo Felicíssimo, alunos de duas turmas de ensino fundamental participaram de duas oficinas: a oficina para elaboração das Flores da Paz e da oficina de elaboração das bonecas denominadas "Maria Francisca". Na Escola Estadual de Ensino Médio de Amarantina, foi realizada a oficina de elaboração dos ornamentos para decoração da Parque das Cavalhadas. Todos os produtos das três oficinas foram utilizados durante os três dias de encenação das cavalhadas, pelas suas composições mirim, jovem e adulta.





Oficinas de confecção das Flores da Paz - 2015 - Fotos: João Paulo Martins

Como mais uma forma de contribuir na difusão desse patrimônio, o dossiê de registro das Cavalhadas passa a estar disponível neste link, que também pode ser acessado através da aba “Bens registrados” neste blogue. Em breve, disponibilizaremos também do dossiê de outro bem registrado em Ouro Preto, a Celebração do Divino Espírito Santo em São Bartolomeu.




















Imagens Cavalhadas de Amarantina-2015 - Fotos: João Paulo Martins